em Geral

Um post sobre a informática hoje

Share Button

Um post sobre informáticaOlá, amigos

Hoje vou fazer um post sobre um assunto que há tempos venho querendo fazer, e vou me estender um pouco a mais: é a respeito da dificuldade no dia-a-dia de quem usa computador (mais especificamente em sistemas windows, que é o que eu uso).

Acompanho a informática desde o tempo do MS-DOS, onde tudo era em linha de comando, e sem nenhum tipo de interface gráfica (mais adiante foi desenvolvido uma interface gráfica para o DOS, com suporte a mouse), então o surgimento do Windows, e todas as versões que vieram com o tempo.

Simultaneamente, a velocidade e a capacidade de processamento dos novos processadores também revolucionaram a informática, trazendo diversos recursos incríveis aos usuários.

Mas há algumas coisas que simplesmente revoltam, acredito que qualquer usuário, eis algumas:

  • Atualizações constantes, de sistema e de aplicativos, antivirus, etc;
  • Sites ou páginas exageradamente pesadas ou grandes;
  • Instaladores para programas (explicarei abaixo);
  • Ações com "mouseover";
  • Extinção de programas ou recursos que são úteis, ou que funcionam, por outros "mais modernos".

 

Atualizações

É um recurso que, por padrão, vem ativado no windows e na maioria dos programas e antivirus. É um recurso que mantém o usuário sempre com a última versão do programa e com as correções importantes, tudo sem nem mesmo o usuário perceber, ou seja, o sistema e os programas são atualizados tudo em segundo plano (background), apesar do usuário perceber que a conexão fica mais lenta, mas enfim. 

Porém, não é a atualização em si que estou apontando, mas sim o "roubo" de conexão que ocorre, o tempo de instalação da atualização (muitas vezes precisamos reiniciar o computador), e muitas vezes o windows dá problema para iniciar após a atualização (o mesmo vale para os programas).

sem atualizacoes

Esta é a imagem que aparece quando as atualizações do Windows estão desativadas.

 

Como regra geral: configure todos os programas com as suas preferências de atualização: como a frequência, e o que deverá ser atualizado automaticamente.

 

Páginas exageradamente grandes ou pesadas

Você já deve ter visto aqueles sites que tem páginas intermináveis ou cheias de animações em flash ou de plugins? Não sei quanto a você, talvez você tenha uma conexão boa e abra relativamente rápido, mas é simplesmente uma falta de bom senso fazer uma página de, por exemplo, 10mb de conteúdo. Qual é a necessidade de se colocar tanta coisa em uma única página? E ainda tem sites conhecidos, como de telefonia e provedores de internet, que demoram uma eternidade para abrir, e quando abrem não exibem muita coisa. Isto trata-se de um código redundante, e o navegador precisa descartar muita coisa enquanto está lendo o código.

Alguém aí assiste TV em algum site de Tv Online? Se sim, solicito que poste um comentário nos dizendo como consegue, pois não entendo como aguenta tanta propaganda, e por que os desenvolvedores deste tipo de site colocam propaganda no player da tv. Simplesmente não há necessidade deste tipo de apelação, a tela tem milhões de pixels que podem ser utilizados para fazer propaganda. Queremos assistir TV tranquilamente, e a cada 30 segundos aparece uma propaganda na frente, o que nos obriga a pegar o mouse e fechar, e muitas vezes clicamos errado e a propaganda abre uma nova janela. Puxa, isto é irritante demais! Na minha opinião, estes sites teriam muito mais visitantes se tornassem agradável a visualização dos vídeos.

 

Instaladores de programas

Todo mundo já deve ter percebido: após baixar algum programa em algum site de downloads, você perceber que na verdade baixou um "instalador", que fará o download do programa que você solicitou, por ser mais seguro e evitar que você perca o download pela metade. Até aí tudo bem. Mas agora vem a parte inconveniente: o instalador, além de baixar o seu programa, sugere junto a instalação de outros programas ou plugins para navegadores, como barras de pesquisas e outros.

Você pode escolher se quer ou não, mas a caixinha vem marcada por padrão (expertos!!), o que faz com que muitas pessoas cliquem em "avançar" sem perceber estes extras que serão instalados juntos. Talvez estes programas extras venham a ser úteis para você, mas é muito provável que você apenas irá se incomodar com eles. Eu pessoalmente considero um abuso, não se trata nem de uma forma de fazer propaganda de algum programa, é algo que tentam empurrar goela abaixo da gente. Mas enfim.

 

Ações com mouseover

Você deve estar se perguntando: "Mas que diabo é isto?". Não sei se é a nomenclatura correta, mas me refiro àquelas ações que acontecem quando você passa o mouse em cima de alguma coisa. Com o advento do touch screen, este recurso está cada vez mais em uso, no windows, em sites e em aplicativos em geral. É um atrativo "charmoso", mas para quem usa o computador para produzir ou realizar algum trabalho é um verdadeiro inconveniente. Você nunca sabe quando algo vai aparecer bem na sua frente fazendo você clicar em algo por acidente.

O recurso está ali, mas não está ali (!). E se o código que controla o recurso der problema, você não saberá mais como usar o recurso. Isto acontece, pois os códigos destes "recursos charmosos" são bem complexos e utilizam uma programação avançada para oferecer este belo recurso, que não traz nenhum benefício ao usuário, além de usar recursos do sistema. A maioria dos sites hoje em dia estão usando e abusando deste recurso, incluíndo os sites famosos, que todos utilizam todos os dias. Veja um exemplo de menu que abre quando se passa o mouse em cima, no site Baixaki:

menu baixaki (2)

 

Felizmente, sites de email como o Gmail e o Yahoo oferecem a opção para utilizarmos a versão "básica", que desativa os recursos de arrastar e soltar, personalizações de tema e outras, que consomem mais banda de internet.

 

Fim ou descontinuidade de recursos ou programas

É comum vermos o fim de alguns programas ou recursos úteis, ou que são substituídos por outros mais "modernos". Alguns exemplos que posso citar: o Msn Messenger, que foi imposto que teríamos que migrar para o Skype; o Backup do Windows, que simplesmente não aparece mais no Windows 8 (talvez porque exista a Restauração do Sistema…); o problema de compatibilidade de programas mais antigos nas versões mais novas do Windows, que mesmo com o sistema de compatibilidade do Windows as vezers não funciona; entre outros.

A respeito do Backup do Windows, eu considero um recurso interessante que existia no Windows, pois você podia fazer cópia de arquivos e pastas, ou apenas do estado do sistema – que salvava em um arquivo os arquivos essenciais e as configurações do sistema, tornando possível retornar a um estado anterior. Sei que pode parecer a mesma coisa que a Restauração, mas era mais transparente que esta, pois na restauração você não sabe o que o programa está alterando ou excluíndo no sistema, ou nas suas pastas no disco rígido.

 

Concluíndo

Reconheço a grande evolução que a informática teve ao longo dos anos, portanto não a estou criticando, apenas citando pontos que a tornam, a meu ver, cada vez mais complicada em coisas que não há razão para complicar. Indiscutivelmente, foi impressionante a evolução da informática, e muitos recursos que não vivemos mais sem, mas sem dúvidas ainda há muito a percorrer para que ela melhore em termos de produtividade e facilidade de uso.

 

Curiosidades

O Word, em sua versão 2013 exige como requisitos mínimos (informações pegas do próprio site da Microsoft, segurem o queixo): processador de 1Ghz ou mais rápido com conjunto de instruções SSE2, 1GB de memória para 32 bits e 2GB para 64 bits e 3GB de HD, entre outros. Agora a pergunta: isto é para trabalhar com textos? Atentem também para o tempo que o Word leva para carregar. Eu tenho instalada a versão 2003, que carrega em 1 segundo, já a versão 2013 leva uns 10 segundos, você chega a pensar que ele travou. É claro que o Word traz recursos muito bons para produzirmos páginas profissionais, com imagens e outros, mas acredito que tornaram ele demasiadamente pesado.

Você já ouviu falar do bug do excel 2007 e 2010? Se ainda nao viu, trata-se de um bug onde o excel gera cálculos com erro (isto mesmo), relacionado a problemas com cálculos de ponto flutuante (não entendo muito destes termos), mas estes resultados com erro ocorrem em números fracionários ou com vírgula. Não sei sobre algum patch oficial da Microsoft corrigindo este bug, mas então fica a dica: não confie totalmente no resultado do cálculo do Excel! Eu optei por usar o BrOffice (entre outros motivos), onde não constatei este problema.

Bom, pessoal, me estendi além da conta, mas achei um post importante para colocar no site. Comentem e dêem as suas opiniões sobre o assunto

Abraços!

Posts Relacionados

2 Comentário

  1. AdrianoAutor 10 de setembro de 2014
  2. Rudinei 9 de setembro de 2014

Deixe uma resposta